sábado, 14 de março de 2020

O Ministério da Saúde lança o app Coronavírus-SUS


Gente, o SUS desenvolveu um aplicativo que comunica informações sobre o COVID-19 e ainda realiza uma triagem virtual, indicando se é necessário ou não a ida a hospitais! Divulguem e bora defender esse sistema referência em saúde!





sábado, 15 de fevereiro de 2020

Intérprete de Libras será ouvido dos deficientes auditivos no sambódromo carioca


Professora Teresa Cristina terá a inédita missão de interpretar o samba na linguagem de sinais


A escola de samba Inocentes de Belford Roxo promete inovar no desfile da Sapucaí neste Carnaval. É que a agremiação vai trazer uma profissional para interpretar o samba-enredo na linguagem de sinais. A professora Tereza Cristina, de 35 anos, vai ser a responsável pela novidade e virá a frente dos ritmistas do mestre Washington Paz. Tereza vai ter a missão de comandar onze mulheres que darão vozes a emoção a um desfile de uma escola de samba para o público com deficiência auditiva. Um feito inédito na história do Carnaval!

"Não poderia ficar de fora de um trabalho pioneiro, além de ser um tema que me fascina e uma razão ainda maior do que a própria festa, que é a inclusão social.", destaca a intérprete. Ela ressalta: "Fazer parte deste espetáculo é maravilhoso e vai ser um desafio levar a mesma emoção ao público surdo. Essa é a igualdade que deveria ter em todos os lugares, por isso que os deficientes auditivos precisam ser representados na maior festa popular do mundo.", ressalta Tereza.

No mercado de intérprete de Libras há dez anos, a professora teve o primeiro contato com a "linguagem dos sinais" em outro momento. "Foi ainda na época da faculdade de Direito. Ali eu dei meus primeiros passos nos trabalhos de tradução, juntamente com o de professora. Nos últimos anos tenho percebido que a procura pelo curso de Libras tem ganho mais adeptos", esclarece a intérprete, que se divide nas funções de advogada e professora de Libras atualmente.

Reta final
Faltando alguns dias para o desfile, a professora e a equipe têm ensaiado semanalmente para ajustar todos os detalhes para o dia do desfile. A Inocentes de Belford Roxo vai ser segunda escola a pisar na Sapucaí no sábado, dia 22 de Fevereiro, nos desfiles do Carnaval Carioca com o enredo "Marta do Brasil, chorar no começo parar sorrir no fim", do carnavalesco Jorge Caribé, em homenagem à jogadora Martha, recordista na eleição de melhor do mundo de futebol feminino pela FIFA.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Álcool Para Quem Tem Diabetes. Pode?

Barbara Bezerra 

No período do carnaval, a oferta de bebidas alcoólicas nos lugares públicos torna-se mais abundante. Nas praias, nos blocos ou durante os desfiles de escolas de samba, proliferam-se os vendedores de cerveja. Mas, se você tem diabetes, é preciso saber, ao certo, a quantidade segura de álcool que pode ingerir.

Segundo a Dra. Luciana Bruno, membro do Departamento de Nutrição da SBD - gestão 2008/2009, quem tem diabetes pode ingerir bebidas alcoólicas, desde que isso seja feito com muita moderação!
"No carnaval, por exemplo, é comum ficar mais horas sem se alimentar, além de se praticar mais atividades físicas, pulando e dançando. Por isso, o cuidado deve ser redobrado. A bebida alcoólica não deve ser ingerida em jejum", ensina a especialista.

Hipoglicemias Severas

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de até uma dose para mulheres e até duas doses para homens. Entende-se como uma dose, uma lata de cerveja ou uma taça de vinho ou 50ml de bebida destilada. "O álcool inibe a gliconeogênese e pode potencializar a ação da insulina, causando hipoglicemias severas", diz a doutora.

Algumas alternativas - como caipirinha com adoçante, em vez do açúcar, e frutas de menor quantidade de carboidratos (limão, maracujá) ou ainda whisky misturado com água - devem ser levadas em consideração pelas pessoas que têm diabetes e não querem abrir mão do consumo dessas bebidas.

"Deve-se evitar bebida que leve leite condensado, mesmo o light, ou água de coco, que entraria na contagem de carboidrato", aconselha a nutricionista Luciana Bruno.
Entre as desvantagens do consumo, a Dra. Luciana destaca a elevação dos níveis de triglicérides.

Além disso, a bebida alcoólica é considerada caloria vazia, ou seja, contribui com as calorias, mas não com o nosso bom estado nutricional, podendo atrapalhar aqueles que estão em tratamento nutricional para redução de peso.

Dicas

Seguem algumas dicas da Dra. Luciana Bruno para a ingestão segura de bebida alcoólica:
- Para quem faz uso de medicação oral, os sintomas são: rubor da face e taquicardia. Nesse caso, deve-se descontinuar a ingestão;
- É preciso medir a glicemia, antes e depois do consumo de bebida alcoólica, para se conhecer melhor as reações do corpo;
- Para quem usa contagem de carboidratos, até duas doses não é necessário contabilizar os gramas de carboidratos da bebida alcoólica. No entanto, acima dessas doses, é preciso conversar com a sua equipe;
- O uso do cartão de identificação "Eu Tenho Diabetes" deve estar sempre em mãos, para que, em caso de hipoglicemia, as pessoas não confundam com embriaguez.

Veja mais links sobre carnaval e diabetes:
Carnaval e Diabetes Dá Samba
Carnaval - Revista Mais Saúde
Alimentação Saudável Para Pessoas com Diabetes no Carnaval

fonte:  Blog da Barbara - 
 01/02/2008 Redação Online do Site da SBDhttp://barbara-bezerra.blogspot.com/2008/08/lcool-para-quem-tem-diabetes-pode.html?m=1

Casa Geriátrica São Sebastião
www.gsstijuca.com.br
www.gsstijuca.blogspot.com

O Carnaval e os cuidados com sua saúde



O carnaval é a maior festa de rua do planeta,  atrai milhões de pessoas de todas as idades para as festividades de Momo, porém, apesar desta grande festa ser de muita alegria e curtição são necessários  alguns cuidados, precauções que devemos tomar antes de sair de casa.  

Selecionamos algumas dicas basicas para que você possa  brincar os três dias de folia de Momo com alegria, muita paz e segurança.

1 – Usar calçados  confortáveis.


2 -  Não esquecer a garrafinha de água.

É  muito importante manter-se  hidratado todo o tempo.

3 -  O uso do protetor solar torna-se obrigatório em todas as ocasião de exposição, portanto nunca esqueça,  abuse  do uso deste produto sempre antes de se juntar  aos blocos de rua principalmente.

4 -  O Alongamento
 Vale muito a pena  realizar uma sequência básica de exercícios antes de cair na folia.

5 -  Não descuide dos medicamentos. 
É importante manter  a periodicidade, não deixe que a folia faça você esquecer de tomar o seu medicamento.  
6 -  Use sempre fantasias leves e arejadas.

Caia na folia,  a ordem do  Rei é Sambar!

Fonte:
Casa Geriátrica São Sebastião
www.gsstijuca.com.br
www.gsstijuca.blogspot.com


quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Veja como obter cartão para deficiente ou idoso em estacionamentos

Para solicitar o cartão de pessoa com deficiência, o requerente deve preencher a ficha e apresentar cópias da carteira de identidade, PF e do comprovante de residência, além de atestado médico em formulário padrão também disponível no site da SMTR. No caso de enor de 18 anos, o solicitante deverá apresentar os documentos dos pais ou do responsável. Na análise do processo poderá  ser solicitado mais informações, esclarecimentos  e documentos complementares, bem como  submeter a parecer técnico e ainda avaliação resencial.

Para mais informações visite o site da Prefeitura do Rio de Janeiro 
http://prefeitura.rio/

Portelamor - NASP
www.portelamor.com


Vamos Montar um quebra-cabeças

Os jogos estão entre os recursos didáticos mais eficazes para o desenvolvimento cognitivo, sobretudo na infância. Eles promovem relaxamento, ajudam a ter mais agilidade, contribuem para a vida social, exercitam o raciocínio e melhoram a coordenação motora.
Nesta matéria, você vai saber quais são os benefícios do tão conhecido quebra-cabeça, que estimula principalmente a capacidade de raciocínio. Este jogo é mais usado como passatempo, mas é também excelente para a construção do conhecimento.
Confira agora os principais benefícios do quebra-cabeça, que consiste em uma verdadeira ginástica cerebral e, melhor, pode ser usado por todas as idades.
Desenvolve habilidades cognitivas: aprimora a capacidade de resolução de problemas e potencializa o raciocínio. Além disso, este jogo é capaz de melhorar a percepção visual e espacial.
Desenvolve a coordenação motora: enquanto o raciocínio é colocado em prática, o jogador tem que, ao mesmo tempo, manipular as peças para encaixá-las corretamente.
Desenvolve habilidades sociais: quebra-cabeças podem ser montados com a presença de outra pessoa. Essa relação simula situações competitivas e/ou colaborativas, além de desenvolver capacidade de relacionamento interpessoal.
Diversifique
Os jogos exercitam funções já aprendidas, reforçam o domínio da ação, promovem o prazer e sociabilização.
Com os jogos, exercitamos a curiosidade, a iniciativa e a autoconfiança, além de desenvolver a linguagem, o pensamento e a concentração.
Existem vários tipos de jogos, os individuais e os coletivos. Entre eles, podemos lembrar dos jogos de quadra, com bolas, jogos eletrônicos, pega-pega, esconde-esconde, ciranda-cirandinha, jogo de dama, xadrez, resta um, caça-palavras, jogo da memória, palavra cruzadas, blocos de montar, jogo do palito e dominó. Mas é importante alternar. O cérebro precisa de estímulos variados para desenvolver suas habilidades.
SUPERA ginástica para o cérebro
Os jogos também fazem parte do curso de ginástica cerebral do SUPERA. No SUPERA, os alunos desenvolvem habilidades cognitivas brincando. Além dos jogos, usam o ábaco japonês, apostilas exclusivas, dinâmicas de grupo e vídeos motivacionais. São mais de 20 jogos de tabuleiro e 35 jogos virtuais desenvolvidos por neurocientistas internacionais que potencializam o desempenho do seu cérebro.
Para citar outro exemplo, um dos jogos que trazem muito benefícios aos alunos é o Rummikub.
“O Rummikub, um dos jogos que usamos em sala de aula, estimula as inteligências, Ele simula situações da vida real e o jogador pode realizar o que deseja. Brincando no seu espaço, o aluno envolve-se com a fantasia, estabelecendo um gancho entre o inconsciente e o real”, afirma Geomacel, Coordenador Pedagógico Nacional SUPERA.
A ginástica cerebral aumenta a produção de neurotrofinas, espécie de nutrientes do cérebro que aumentam a quantidade e qualidade das sinapses, aumentando a capacidade de processamento do cérebro e produzindo benefícios a curto (desenvolvimento de inteligências) e longo prazo (maiores reservas cognitivas e qualidade de vida).
Por:  Supera - Ginástica para o cérebro
Casa Geriátrica São Sebastião

O cliclo

“A vida é feita de “n”ciclos que começam,crescem, frutificam e transformam.
Viver plenamente é, entre outras coisas,fazer de todos os ciclos a sua busca por dias melhores, realizando a diferença para você e para o mundo.”
nCiclos

por: Casa Geriátrica São Sebastião - GSSTIJUCA